Saúde em Notícia

FRUTAS CÍTRICAS: A IMPORTÂNCIA DE CONSUMIR FRUTAS DA ESTAÇÃO


Laranja, limão, abacaxi, acerola... Geralmente quando falamos em frutas cítricas, esses são os primeiros exemplos que nos vem à mente. Contudo, esse grupo é muito maior do que se imagina. O que caracteriza uma fruta cítrica é o sabor ácido, devido à grande concentração de ácidos cítricos, além da intensa presença de vitamina C, nutriente importante para regular e fortalecer o corpo, dando mais energia e proteção ao organismo.


Incluir frutas refrescantes nos lanches de intervalo entre as refeições maiores, ou até mesmo na sobremesa, é uma ótima dica para criar o hábito de consumi-las diariamente. Comece comprando àquelas que mais agradam ao seu paladar e, aos poucos, vá diversificando. O ideal é incluir na alimentação diária três tipos diferentes de frutas.


Fonte: https://blog.caitasupermercados.com.br/frutas-citricas-refrescante-fonte-de-vitamina-c/



Superação: Cuide da saúde mental
Problemas de saúde mental são comuns. Veja algumas dicas de como reduzir o estresse e promover o bem-estar

Pare. Respire. Pense. Respire fundo: inspire pelo nariz e expire lentamente. Respirar lentamente é uma das melhores maneiras de diminuir o estresse, porque sinaliza para o cérebro relaxar o corpo. Perceba como está se sentindo e no quê está pensando, sem fazer julgamentos. Ao invés de responder ou reagir a esses pensamentos ou sentimentos, perceba-os, e deixe-os ir embora.

Converse com outras pessoas: Conversar com pessoas em quem confia pode ajudar. Mantenha contato com pessoas próximas a você. Diga a elas como você está se sentindo e compartilhe suas preocupações.

Mantenha uma rotina saudável: O que fazer:
Tente acordar e dormir no mesmo horário todos os dias.
Mantenha a higiene pessoal.
Faça refeições saudáveis em horários regulares.
Se exercite regularmente. Apenas 3 ou 4 minutos de movimentos físicos de baixa intensidade, como caminhar ou fazer alongamentos, ajudará.
Reserve um tempo para trabalhar e um tempo para descansar.
Reserve um tempo para fazer atividades prazerosas.
Faça intervalos regulares durante atividades em frente ao computador ou celular.

O que não fazer: Não use álcool ou drogas como forma de lidar com o medo, a ansiedade, o tédio e o isolamento social.

Seja gentil com vocês e os outros: Não exija muito de si mesmo em dias difíceis. Aceite que alguns dias serão mais produtivos do que outros. Tente reduzir a quantidade de tempo dedicada a ler ou assistir notícias que façam com que você se sinta ansioso ou angustiado. Busque informações recentes de fontes confiáveis em horários específicos do seu dia. Ajudar outras pessoas pode ser benéfico para você também. Se você tiver condições, ofereça apoio a outras pessoas na sua comunidade que precisam de ajuda.

Peça ajuda se precisar: Não hesite em buscar ajuda profissional se achar necessário. Um bom lugar para começar a procurar são os profissionais de saúde locais. Os telefones de assistência também podem ser uma boa fonte de apoio.

VOCÊ CONHECE OS BENEFÍCIOS DO GUARANÁ?




A ora-pro-nobis é uma planta muito conhecida e utilizada principalmente por veganos, por ser um alimento altamente nutritivo. Além das folhas servirem na nossa alimentação, a ora-pro-nobis pode ser consumida em pó, cápsulas e tintura. Na nossa nutrição, esta erva oferece os seguintes benefícios:

Emoliente, no caso de recuperação de pele em queimadura, Potencial antinociceptivo (redução na capacidade de perceber a dor, em situações de emergência), Cicatrizante, no caso de úlceras, Antioxidante,  Anti-inflamatória, Redução do colesterol e diabetes, Fonte de vitaminas, minerais e grande quantidade de proteínas.


A farinha branca é sempre a maior vilã de quem busca por uma vida saudável, mas a dúvida constante de quem quer mudar é: Quais tipos de farinhas posso incluir na minha alimentação? São várias opções: farinha de amêndoas, farinha de arroz, farinha de aveia, farinha de sorgo, farinha de chia, farinha de linhaça... mas qual é a ideal para você? Nesse vídeo,  a masterchefe Izabel Alvares, que perdeu 39kgs com exercícios e hábitos alimentares modificados, explica qual é a farinha ideal para quem quer perder peso e busca por uma alimentação com o mínimo de carboidratos. Então, se você também sempre tem dúvidas sobre qual tipo de farinha pode incluir numa alimentação saudável, vem com a gente aprender tudo e dar mais um passo rumo ao seu objetivo!








Diabetes Tipo II - Dicas Para Poder Usar As Plantas No Tratamento



Como Administrar o Ácido Hialurônico em Cápsulas?



Os Muitos Benefícios do Leite de Coco Para sua Saúde




Suco de Uva Integral e Seus Benefícios Em Nossa Rotina



Conhece As Vantagens Do Gengibre Para o Seu Dia-A-Dia?








AS MARAVILHAS DO CARVÃO ATIVADO PARA A SAÚDE


Hoje em dia, o carvão ativado já faz parte de muitos tratamentos e produtos para cuidar da pele, dos cabelos, da alimentação, sempre com ação desintoxicante. Suas propriedades positivas para nossa saúde têm ganhado muita fama recentemente, mas o carvão ativado não é exatamente uma novidade de nossos tempos: existem relatos de que povos da antiguidade já conheciam - e utilizavam - seus efeitos terapêuticos.

O carvão ativado é um material de carbono extremamente poroso, capaz de coletar e carregar consigo, de forma seletiva, diversos gases, líquidos ou outras impurezas em seus poros. Isso confere a ele um efeito detox natural! Essa capacidade de adsorver - isso mesmo, adsorver, e não absorver - tais substâncias faz do carvão ativado um verdadeiro ímã de impurezas e agente químicos. Com essa dinâmica de adsorção, o carvão ativado acaba limpando tudo o que está em seu redor.

Como pode ser quebrado em partículas minúsculas, o carvão ativado em pó apresenta uma aplicação bastante abrangente: pode ser encontrado em cápsulas, comprimidos e adicionado a receitas e formulações químicas que, cada vez mais, fazem parte de nosso dia a dia.



BENEFÍCIOS DO CARVÃO ATIVADO

ALIMENTAÇÃO

O carvão ativado vem sendo usado cada vez mais pelo setor de alimentação, apostando na promessa de desintoxicação proporcionada pelo material. Bebidas e receitas detox , como os famosos “sucos verdes”, têm dado lugar a opções que utilizam o carvão ativado em sua composição - chamadas de “sucos pretos”.

Outra função desempenhada pelo carvão ativado na alimentação é sua atuação no controle do colesterol. A composição química do material faz com que ele se torne extremamente atrativo para substâncias oleosas - ou seja, gorduras - fazendo com que seu uso regular colabore na regulação dos níveis de gordura no sangue.


BELEZA, ESTÉTICA E CUIDADOS PESSOAIS
Todas essas capacidades de limpeza e purificação oferecidas pelo carvão ativado têm sido exploradas pelo setor de beleza e estética, é claro. O material é incluído em cremes e outras apresentações que prometem retirar substâncias impuras, controlar a oleosidade e ainda causar um efeito rejuvenescedor.  Os benefícios do carvão ativado para a pele e cabelos estão na limpeza profunda que ele efetua, removendo toxinas, impurezas, poluentes ou resquícios de outras substâncias químicas, como maquiagem ou tinturas.

O bacana é que, devido à sua composição química, o carvão ativado não prejudica a hidratação, tanto da pele quanto dos fios, já que não atrai moléculas de água, e sim de gorduras ou outros componentes nocivos. A pele se torna mais bonita, com menos cravos ou sujeiras, de aspecto uniforme e saudável. Já os cabelos ganham brilho e sensação sedosa, com um couro cabeludo limpo e prevenido contra possíveis dermatites seborreicas - a temida caspa!

Mas as aplicações estéticas do carvão ativado não param por aí: ele também promove o clareamento dos dentes, sabia? Por isso, ele pode ser recomendado para este tipo de tratamento, e já tem sido incluído em alguns cremes dentais. Novamente, fica a dica: sempre consulte o dentista antes de iniciar o uso.


Descubra os benefícios da Estigma de Milho para a sua saúde

O cabelo de milho é um produto natural com efeito diurético, isto significa que ajuda a aumentar a frequência urinária e consequentemente auxilia na redução da pressão arterial. Também conhecido por barba de milho ou estigmas de milho, é uma planta medicinal muito utilizada popularmente para tratar problemas do sistema renal e urinário, como cistite, nefrite, prostatite e uretrite, devido às suas propriedades diuréticas e anti-inflamatórias. Alguns estudos mostram que esta planta medicinal também pode diminuir os níveis de açúcar no sangue e pode ajudar a restaurar o equilíbrio da flora intestinal, melhorando a regulação do intestino


Esta planta possui nome científico de Stigma maydis e em sua composição são encontradas substâncias como vitaminas, proteínas e carboidratos que são importantes para manter o corpo saudável. O cabelo de milho também possui flavonoides, que são compostos também encontrados em frutas e legumes e que tem efeito anti-inflamatório e antioxidante, por exemplo. Geralmente, o cabelo de milho é utilizado em sua forma de extrato seco para fazer o chá, podendo ser comprado em lojas de produtos naturais e em algumas farmácias de manipulação.

Para que serve:
O cabelo de milho é a parte que fica dentro da espiga de milho e são os fios amarelados que se desenvolvem durante o desenvolvimento dos grãos deste alimento. Esta parte do milho é usada em várias regiões do mundo como planta medicinal para tratar diversas doenças e problemas de saúde, como: Inchaço. Incontinência urinária; Gota; Pedra nos rins; Prostatite; Nefrite; Cistite.



Manteiga de Coco para melhorar a saúde no seu dia a dia











AS MARAVILHAS DE SE UTILIZAR A BAUNILHA EM ALIMENTOS



Os Benefícios da Spirulina para uma vida com mais qualidade











Confira agora uma lista com 6 dicas de alimentação Pós-carnaval para ajudar você a manter o foco na dieta fitness



 1. Voltar à rotina: A primeira e mais importante. Se você já tem um acompanhamento e um planejamento alimentar, volte a segui-lo o mais rápido possível. Esqueça o pensamento: “eu já comi errado todos esses dias mesmo, um dia a mais não vai fazer diferença”. Quanto antes você voltar à rotina, melhor!

2. Beber muita água: Se atente a ingestão hídrica. Beber muita água é o segundo passo pra ajudar a recuperar o organismo

3. Abusar de alimentos naturais: Se você exagerou no feriado, abuse de alimentos naturais, frescos. Evite industrializados e alimentos processados. Essa é uma dica para seguir sempre, mas agora é especialmente importante.

4. Destoxificar o organismo: Chás e temperos naturais ajudam pela ação anti-inflamatória, diurética, digestiva e alguns otimizam o metabolismo. Chá de cavalinha, carqueja, laranja amarga, gengibre. Temperos como cúrcuma, alecrim, orégano. Use sua criatividade e varie nas ervas e complementos, pois todos tem propriedades benéficas!

 5. Controlar a fome: Quando passamos alguns dias comendo de forma inadequada a fome pode aumentar. Para controlar a fome, aumentar o consumo de fibras, proteínas e gorduras de qualidade é interessante. Alimentos como abacate, coco e castanhas por exemplo, possuem gorduras de qualidade. Proteínas como peixes, frango e leguminosas para vegetarianos pode ser uma boa pedida também. As fibras podem ser encontradas em vegetais, verduras e frutas.

6. Alimentação saudável: Mantenha uma rotina saudável sempre! Se você recomeça sua dieta no pós-festa e logo na primeira semana tem refeições “não-saudáveis” pode ser mais difícil aderir à alimentação saudável por muito tempo. Pense que quando ativamos o nosso paladar com alimentos muito doces, artificiais e com gorduras super processadas é mais difícil no dia seguinte ter prazer em comer alimentos frescos e naturais, que não tem todos esses temperos e estimulantes artificiais.

Fonte: https://news.gympass.com/dicas-alimentacao-pos-carnaval/

Jaborandi: força e crescimento para seus cabelos!

  Originada no Maranhão, o jaborandi (pilocarpus Jaborandi) é uma arvorezinha com folhas e raízes muito    usadas medicinalmente. A principal substância da planta é a pilocarpina, que é utilizada frequentemente em colírios para o tratamento de glaucoma.

Propriedades Terapêuticas do Jaborandi

  É uma planta que possui variadas propriedades terapêuticas tais como anti-inflamatória, antirreumática, diaforética, depressora cardíaca, estimulante do crescimento dos fios capilares, emoliente, expectorante, febrífuga, hipoglicêmica e laxativa.



                                                                                                                                                                Benefícios do Jaborandi no Cabelo


  • Ajuda no fortalecimento capilar
  • Possui princípios ativos, como os taninos, que contam com ação adstringente e auxiliam na limpeza profunda do couro cabeludo combatendo a oleosidade e a seborreia.
  • Promove ação tonificante, atuando diretamente no couro cabeludo, tornando-o mais forte.
  • Melhora o brilho e dá volume aos fios
  • Por ser emoliente, deixa os cabelos macios e sedosos.
  • O jaborandi tem a substância pilocarpina, que age na matriz do cabelo e previne a queda capilar, promovendo, inclusive, o crescimento dos fios.
  • Estimula a renovação capilar.

Chá de Jaborandi

O jaborandi é muito usado em forma de chá na medicina popular; para tratamento de diferentes tipos de venenos, no tratamento de úlceras da boca, para cicatrização de feridas, melhora de acnes, para tosses e para o funcionamento do intestino preso.

Como Aplicar No Cabelo?

A massagem com jaborandi ativa a circulação sanguínea, o que leva a uma melhor oxigenação e à nutrição das raízes. Assim, estimula o crescimento capilar.

  • Você encontra concentrados e tônicos em forma de ampola, que podem tanto ser misturados no shampoo, como também passados e massageados diretamente no couro cabeludo. A massagem ajuda a aumentar ainda mais a circulação e potencializa os efeitos.
  • Você pode fazer um chá de jaborandi e enxaguar o cabelo desde a raiz até as pontas.
  • O óleo de jaborandi pode ser aplicado diretamente no couro cabeludo fazendo massagens, ou pode-se fazer uma umectação, aplicando o óleo nos cabelos, mecha por mecha, para melhor absorção do produto. Coloque uma touca e deixe agir por 1 hora antes de enxaguar.
  • A forma mais eficiente de uso da planta é usando o extrato glicólico de jaborandi. Pode ser usado com óleos vegetais para massagens no couro cabeludo e colocando-o diretamente em shampoos tradicionais, de forma potencializar o produto. Seu couro cabeludo e fios terão muito mais força!

Contra-Indicações do Jaborandi

Em forma de cosmético pode ser utilizados por todos. Porém é sempre recomendável procurar o médico dermatologista, principalmente em casos de calvície, pois o tratamento pode não funcionar. Tenha em vista que a queda pode ser causada por vários fatores, desde hormonais até genéticos. O tratamento deve também ser específico para cada pessoa e variar conforme o problema. Já o seu consumo medicinal é contraindicado para gestantes, lactantes e pessoas com problemas cardíacos. Sempre procure orientação médica antes de usar qualquer planta com propriedades medicinais.

Fonte: https://belezaesaude.com/jaborandi/?utm_source=blog-updates&utm_medium=webnotifications



As Maravilhas do Alho, Mel e Limão

Pode ser que você ainda não tenha experimentado o mel de alho e limão. É possível que esta combinação lhe pareça inclusive um pouco estranha ao incluir ingredientes que, inicialmente, parecem incompatíveis, mas ela é maravilhosa para fortalecer o sistema imunológico. A medicina natural a utiliza há séculos como expectorante e como remédio para reforçar nossas defesas.

Agora, o mel de alho pode ser adicionado a outros elementos com os quais potencializar ainda mais seus benefícios naturais.Não apenas o limão, como a pimenta e a canela são produtos medicinais que costumam ser combinados frequentemente com o mel para tratar processos infecciosos ou virais, e inclusive para potencializar a circulação sanguínea


Por que temos mau hálito e quais as principais causas do problema

Mais comum do que você imagina, o mau hálito ou halitose acomete 1 em 4 adultos e é definido como uma alteração do hálito que o uso de uma bala de menta ou um bochecho não resolvem. A literatura médica esclarece que se trata de um sintoma e não é doença, e que ele conta mais de 40 causas diferentes. Porém, em 90% dos casos, trata-se de um problema bucal. Em um passado recente, os dados científicos sobre o problema eram escassos. A explicação para isso é que até mesmo entre os cientistas, falar sobre o assunto era um tabu que esbarrava em diferenças culturais e raciais na percepção de odores.

Hoje, sabe-se que a halitose tem um impacto negativo na vida pessoal e social dos indivíduos por ela acometidos, especialmente porque, por vezes, não é por eles perceptível e, a depender da hora do dia e do tipo de dieta de cada pessoa, o incômodo se intensifica —para pior. A origem do problema pode ser bucal e extra bucal. A primeira é responsável por 90% dos casos. Confira:


Causas bucais: Saburra (placa bacteriana depositada sobre a língua); Cárie; Periodontite; Gengivite; Cáseos (placas bacterianas depositadas nas amígdalas); Xerostomia (boca seca);

Causas extra bucais: Insuficiência renal e hepática; Diabetes descontrolado; Infecções dos brônquios e pulmões; Estresse; Refluxo gastroesofágico.

Outros fatores que contribuem para o mau hálito: Infecções na garganta ou no nariz; Baixo consumo de água; Uso de tabaco; Consumo de álcool; Respiração pelo nariz; Ronco


Ter mau hálito pela manhã é normal? Sim. Isso acontece em razão do jejum prolongado das horas de sono e também como consequência da redução natural do fluxo de saliva. Após a higienização e a primeira alimentação do dia ele desaparece. Se isso não acontecer, consulte o dentista.

Dá para prevenir? Sim, e a melhor forma é fazer visitas periódicas ao dentista para manter a saúde bucal em dia. Além disso, coloque em prática as seguintes medidas: Cultive e mantenha bons hábitos de higiene bucal; Escove os dentes usando creme dental com flúor, ao menos duas vezes ao dia, especialmente antes de dormir. Caso você use prótese, converse com seu dentista sobre a necessidade do uso de soluções antibacterianas; Aprenda a fazer uso correto do fio dental. Evite fios com haste porque eles removem apenas os resíduos alimentares, mas não retiram a placa bacteriana do sulco gengival; Faça uso do limpador lingual ou de uma escova com cerdas mais duras para higienizar a língua ou de uma escova com cerdas mais duras para higienizar a língua e suas laterais dela pela manhã e à noite. O seu dentista pode orientá-lo qual é a melhor solução no seu caso; Mantenha-se hidratado para garantir maior fluxo de saliva: consuma de 1,5 a 3,0 litros de água todos os dias; Tenha sempre ao seu alcance gomas de mascar sem açúcar para estimular a salivação; Reduza ou abstenha-se do consumo de tabaco; Reduza ou abstenha-se do consumo de álcool; Evite ficar mais de 3 ou 4 horas sem se alimentar. Contudo, lembre-se que certos alimentos podem intensificar o odor de seu hálito como alho, cebola ou azeitona.

Fontes: Rosileine Uliana, cirurgiã-dentista, especialista em periodontia, integrante da Comissão de Halitologia do CRO (Conselho Regional de Odontologia) e associada da Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas dos Odores da Boca; Débora Heller Douek, professora dos cursos de graduação e pós-graduação em odontologia da UNICSUL (Universidade Cruzeiro do Sul), e pesquisadora visitante do Hospital Israelita Albert Einstein, PhD em Biologia Oral pela Boston University (Estados Unidos); Soraya de Azambuja Berti Couto, mestre e doutora em estomatologia, especialista em odontopediatria, atuando na área de odontologia hospitalar e professora da PUC-PR (Pontifícia Universidade Católica do Paraná).

https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2019/12/31/origem-do-mau-halito-quase-sempre-esta-na-boca-saiba-por-que