Sintomas de intolerância ao glúten são confundidos com 2 doenças: como diferenciar

Atualmente é possível encontrar nos supermercados versões sem glúten de vários alimentos. A opção, para muitas pessoas, está relacionada a dietas para emagrecer e combater o inchaço. Para outras, trata-se de uma forma de se livrar de desconfortos causados por um problema chamado intolerância ao glúten.

Intolerância ao glúten: o que é

Também chamada de sensibilidade ao glúten não-celíaca (SGNC), A intolerância ao glúten é uma doença crônica caracterizada pela reação negativa do organismo aos alimentos com glúten, decorrente da má digestão dessa proteína.

Diante da queixa do paciente em relação aos sintomas, o médico pode pedir um exame de sangue que analisa a presença de anticorpos que possam indicar a doença celíaca. Se o resultado for negativo para esta condição, são grandes as chances de a pessoa ter intolerância ao glúten.

Sintomas

Os sintomas de intolerância ao glúten podem variar muito de pessoa para pessoas, mas entre os mais comuns estão:

  • Diarreia e constipação
  • Inchaço
  • Náusea
  • Fadiga
  • Fezes com odor muito desagradável


Sintomas na pele: O paciente com intolerância ao glúten ainda pode notar ressecamento na pele e apresentar coceiras que criam pequenas manchas e bolinhas vermelhas.

Dores: A intolerância ao glúten ainda pode provocar desconforto abdominal, dor de cabeça e dores nas articulações e nos músculos.

Doenças com sintomas parecidos

A intolerância ao glúten pode ser confundida com alergia ao trigo e outros alimentos e com a doença celíaca (mais grave) por causa dos sintomas, que são bastante semelhantes. Por isso é importante buscar ajuda médica e realizar exames ao menor sinal de desconforto causado após comer um pão, massa ou outros grãos.

Tratamento

O tratamento da intolerância ao glúten pode envolver um período sem este composto de proteína para verificar se ocorre a escassez dos sintomas. A pessoa deve, portanto, adotar uma dieta de eliminação, retirando do cardápio os alimentos que podem estar causando o desconforto e, aos poucos, ir adicionando novamente um por um até descobrir o que causa o problema.



Deixe uma resposta