Diabetes

O que é?
Grande parte do que comemos é quebrado em glicose pelo organismo, que é um tipo de açúcar. Este açúcar cai na corrente sanguínea onde é utilizada pelas células para crescer e produzir energia. No entanto, para que a glicose consiga entrar dentro das células, ela precisa de um hormônio chamado insulina. Quando nosso organismo deixa de produzir a quantidade adequada de insulina, aumenta a quantidade de glicose no sangue resultando em um aumento da glicemia, caracterizando a diabetes.

Diabetes tipo 1
É quando o nosso organismo não reconhece as células responsáveis pela produção de insulina e acaba destruindo-as. Então o organismo passa a produzir pouca ou nenhuma insulina.
Por conta disso, quem tem diabetes do tipo 1 deve tomar insulina todos os dias.

Diabetes do tipo 2
O pâncreas deixa de produzir a quantidade suficiente de insulina. A este problema dá-se o nome de resistência à insulina. Depois de alguns anos de resistência,quando esta não é controlada, a produção desta substância pode diminuir, levando a diabetes tipo 2.

Sintomas e complicações do diabetes tipo 2
Cansaço extremo
Náusea
Aumento da quantidade de urina
Sede além do normal
Perda de peso
Visão embaçada
Infecções freqüentes
Há outros sintomas menos freqüentes e mais graves:
Dificuldade de curar cortes e machucados
Coceira na pele (geralmente na área vaginal ou da virilha)
Perda da visão
Impotência
Algumas pessoas, no entanto, não apresentam sintomas

Qual é o tratamento?
A pessoa deve retirar ou diminuir significativamente as quantidades de carboidratos simples como pães, arroz, massas, substituindo por integrais e diminuir ou retirar o açúcar da dieta, substituindo por adoçantes. Dependendo do tipo e do grau da doença, a pessoa deve fazer uso de medicamento ou insulina todos os dias.
Nossa loja oferece produtos produzidos industrialmente e que apresentam ausência ou quantidades bem reduzidas de determinados nutrientes (carboidratos, açúcar, sal, lactose, gordura). Os alimentos diet nem sempre apresentam baixas calorias. São criados para indivíduos que devem seguir uma dieta baseada na restrição ou redução de um determinado nutriente. Exemplo: uma pessoa com problema de taxas altas de triglicérides deve consumir alimentos com pouca quantidade de carboidratos, ou uma pessoa diabética que deve consumir pouca quantidade de açúcar e carboidrato.
Alguns de nossos adoçantes:
• Aspartame: é um adoçante, não contém calorias
• Maltitol: é um adoçante, não contém calorias. Apresenta menos efeitos colaterais, com o uso a longo prazo, do que o aspartame.
• Stévia: é um dos tipos de adoçante, não contém calorias. Apresenta menos efeitos colaterais, com o uso a longo prazo, do que o aspartame.

Deixe uma resposta